Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Lua sem Sol

"Hoje eles vivem assim....separados, o SOL finge que é feliz, a LUA não consegue esconder que é triste."

Lua sem Sol

"Hoje eles vivem assim....separados, o SOL finge que é feliz, a LUA não consegue esconder que é triste."

Um sábado na vida de uma mulher que trabalha

Uma mulher que trabalha de 2ª a 6ª, sai de casa ás 7,15 da manhã e entra em casa ás 7 horas da tarde, é do melhor. Levanta-se ás 9, veste-se, lava-se e sai de casa para fazer uma ronda por hipermercados, talhos e mercearias. Depois, carregada de sacos e mais leve na conta bancária, chega a casa e vai de arrumar tudo nos sitios. Entretanto a máquina de roupa que deixou a lavar antes de sair para a sua primeira ronda matinal acabou a sua função e vai de tirar a roupa lá de dentro e estender. Bolas, esqueci-me de alhos. Vai de sair outra vez e entrar outra vez. Olha-se para o relógio e são horas de fazer o almoço para a tribo toda. Come-se, arruma-se a cozinha e temos direito a um pequeno prazer - um cafézinho no centro comercial - e volta-se a casa. E vamos para o passeio da tarde de aspirador e pano do pó a jeito. Quando são 7 horas, finalmente está a casa limpinha que nem um brinco, pois é mas ainda tenho a casa de banho e a cozinha. Chega, fica para mais tarde, agora fazer jantar. Aproveita-se então para depois de jantar limpar a cozinha mais pormenorizadamente e só fica a casa de banho. Ufa, por hoje chega, vamos deitar no sofá a ver televisão, mas como a televisão tirando telejornais, novelas, filmes já repetidos 500 vezes e séries também já mais que vistas não dá mais nada de jeito , passado 5 minutos estou a dormir. Domingo, mais um dia que se quiser ir dar uma voltinha á tarde ou tenho de engomar de manhã ou engomar á noite por isso é escolher ou mandar moeda ao ar. Fazer almoço, arrumar cozinha, cafézinho e depois se estiver bonzito uma voltinha para desanuviar a cabeça. Isto um fim semana normal senão a voltinha é para esquecer. Mas é isto que nos faz ser mais fortes. Eu fico danada quando me dizem "não tenho tempo para nada" quando se trabalha de 2ª a 6ª das 9 ás 4 e mora-se a 5 minutos de casa e me dizem que vêem 4 séries seguidas deitadas no sofá. Que sorte. Pobre das que trabalham inclusivamente aos sábados e algumas aos domingos. Nunca estamos contentes com o que temos. Pelo menos é bom acordar viva. Agora vou maneirar as coisas até porque estou de férias e vou dividir isto tudo por uma semana e vou passear, ai vou vou.

As mulheres sofrem